Carrinho de compras
Seu carrinho está vazio

Central de
Atendimento

0

Frete Grátis

acima de R$299

Descontos

em pagamentos a vista

Entrega local

receba hoje

Pague com cartão

em ate 12x s/ juros

Segurança

Loja oficial

Atualizando informações ...

Enviadescer a decolonidade

Marca: Devires

Por:
R$ 54,90

R$ 52,16 à vista com desconto Pix - PagBank
ou 12x de R$ 5,50 com juros Cartão de Credito - PagBank
Simulador de Frete
- Calcular frete
Frete e prazo de entrega
Descrição Geral
  • Editora:  Devires
  • ORGANIZADORE(S): Eduardo Oliveira Miranda | ORGANIZADORE(S): Marta Alencar dos Santos | ORGANIZADORE(S): Rodrigo Pereira Casteleira
  • ISBN:  9786586481655
  • Edição:  1ª Edição
  • Formato:  16.00 x 23.00 cm
  • Páginas:  212

 

Sinopse

A Decolonialidade se configura como um campo político, teórico e metodológico que busca um enfrentamento ao legado do período de colonização na América Latina. Para tal, a abordagem buscava repensar e ao mesmo tempo potencializar as epistemologias dos povos originários das Américas e das populações africanas escravizadas. As categorias Raça e Capital elucidaram os primeiros campos de investigação decolonial, mas com o caminhar dos estudos, timidamente, um movimento de incluir outros marcadores sociais nas discussões teóricas, com ênfase no cis-hetero-patriarcado. É sabido que esta formatação atende aos critérios eurocêntricos de civilidade e o que não se encaixa nessa padronização deve ser compreendido como objeto e com aparato filosófico e religioso tem a sua escravização garantida e o epistemicídio como um caminho natural. Dessa forma, o presente dossiê busca provocar o campo da Decolonialidade, a criar e visibilizar o lugar que a colonialidade do poder, saber e ser destinou às pessoas LGBTQIA+. Pensando em uma perspectiva de Enviadescer (LINN DA QUEBRADA, 2016), mas não apenas ela, essa obra destina- -se às pessoas que tangenciam suas escritas nessas paragens e rossagens decoloniais, despregando paradigmas trazidos pelas caravelas e propagados ainda no cotidiano sob formas atualizadas de preconceitos às existências escapadiças da norma.

_x000D_ _x000D_

Organizadores:

_x000D_ _x000D_

Eduardo O. Miranda

_x000D_ _x000D_

Doutor em Educação (UFBA), professor no Departamento de Educação da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Coordenador do Grupo de Pesquisa Corpo-território, Educação e Decolonialidade (CNPq/UEFS). Docente permanente do Mestrado em Educação (PPGE/UEFS) e Mestrado em Desenho, Cultura e Interatividade (PPGDCI/UEFS).

_x000D_ _x000D_

Marta Alencar dos Santos

_x000D_ _x000D_

Doutoranda em Educação, possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia e mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Professora da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e Gestora da Educação Básica. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Corpo-território, Educação e Decolonialidade (CNPq/UEFS).

_x000D_ _x000D_

Rodrigo Pedro Casteleira

_x000D_ _x000D_

Doutor em Educação (UEM), docente no Departamento Acadêmico de Ciência da Educação (UNIR/Vilhena), performer, artivista e pesquisador no campo da arte, decoloniadade, nudez, corpo, afetos e negritude, membro do Nudisex/UEM, Neiab/UEM e HIBISCUS/UNIR.

_x000D_ _x000D_

 

Formas de Pagamento
Avaliações

Produtos visualizados

Carregando ...