O desejo atrás das grades: Um olhar queer sobre as sexualidades no presídio feminino

Código: LSLHZWLT8 Marca:
2x de R$ 18,45
R$ 39,00 R$ 36,90
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 36,90 sem juros
    • 2x de R$ 18,45 sem juros
    • 3x de R$ 12,88
    • 1x de R$ 36,90 sem juros
    • 2x de R$ 18,45 sem juros
    • 3x de R$ 12,88
  • R$ 36,90 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Pré-venda: os envios serão feitos após o dia 14/02/2021

SUMÁRIO BAIXAR

ISBN

978-65-86481-29-7

Palavras-chaves

Sexualidades, Teoria queer, Sistema prisional feminino

Assunto:

 

Edição

Ano

2021

Dimensões em cm:

16x23

Págs.

148

Sobre a autora

Silvia Piedade de Moraes  

Doutora e Mestre em Ciências: Educação e Saúde pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pedagoga com especializações em Direito Educacional, Gestão de Ensino e Educação e Educação Sexual. Membro da SBRASH - Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana.Coordenadora de Programas Educacionais da Prefeitura de Guarulhos atua com formação permanente de profissionais da educação em EaD. Professora no curso de Pedagogia da Universidade Guarulhos e projetos de formação em Serviço Social. Tem como principais linhas de pesquisa a sexualidade, gênero, direitos sexuais e reprodutivos, Educação em Direitos Humanos e Teoria Queer. 

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6488173560075415

Síntese

Elas conheceram o orgasmo no encarceramento. Gozaram como nunca antes. Cristal diz que não quer saber mais de homem depois que gozou com uma mulher na prisão, mas destaca que não é só isso, tem a atenção, a conversa, o beijo, a escuta. Ela e Diamante afirmam que é difícil gozar com homem, e como Jaspe mais direta afirma “Ah, a mulher te entende sabe, ela faz sexo oral em você, ela vai chorar, não vai te julgar [...]”. Essas possibilidades se abrem tanto que Peróla se sente confusa – “mas eu sinceramente não sei o quero para minha vida, se quero homem ou mulher, agora estou confusa.” A orientação sexual é um campo aberto, não é uma essência e sim uma possibilidade. A experiência ampliou o leque de opções e abriu um campo bem democrático de possibilidades para elas. Estar com uma mulher ou com um homem não é mais é uma fatalidade biológica, mas uma possibilidade cultural. Algumas afirmam que ao sair da prisão querem ter relacionamentos com homens novamente. Nesse sentido, adotam para si a fluidez de amar as pessoas e não seus gêneros. É a confirmação de que a heterossexualidade é dada de forma compulsória. Esse é um livro que nos ajuda a compreender que as sexualidades nunca foram o que disseram que era. .

Produtos relacionados

2x de R$ 18,45
R$ 39,00 R$ 36,90
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

EDITORA DEVIRES - CNPJ: 26.877.292/0001-39 © Todos os direitos reservados. 2021

… }(document, 'script', '//fidelizarmais.com/areas/plugin/content/js/fmais-external-affiliate-program.js?ver=', '4eea3440-5b9a-4c66-8f45-dff13536b91e')); …