Relações interseccionais em rede: feminismos, animalismos e veganismos

Código: UDS2VB7KB Marca:
2x de R$ 19,50
R$ 42,00 R$ 39,00
Comprar Disponibilidade: Imediata Estoque: 27 unidades
    • 1x de R$ 39,00 sem juros
    • 2x de R$ 19,50 sem juros
    • 1x de R$ 39,00 sem juros
    • 2x de R$ 19,50 sem juros
    • 3x de R$ 13,62
    • 4x de R$ 10,45
  • R$ 39,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Patrícia Lessa dos Santos, Roberta Stubs, Marta Bellini (Organizadoras)

ISBN - 978-85-93646-32-4

Páginas: 240

INTRODUÇÃO 
APRESENTACÃO 


“TOURADA NO DOMINGO”: TRADUZINDO JOSEPH ROTH COMO PRÁTICA ANTIESPECISTA
Dóris Lutz


A PRÁTICA DO VEGANWASHING PELO ESTADO DE ISRAEL: UMA ANÁLISE ECOFEMINISTA SOBRE A APROPRIAÇÃO DE UM MOVIMENTO POR ÉTICA E JUSTIÇA ANIMAL PARA ENCOBRIR VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS NA PALESTINA
Daniela Rosendo


O ESPECISMO COMO NECROPOLÍTICA: UMA ANÁLISE SOBRE AS FRONTEIRAS QUE DELIMITAM A PRECARIEDADE DA VIDA
Fabio A. G. Oliveira


MERCADORIA E SIGNO: NOTAS SOBRE O ABATE INDUSTRIAL NO BRASIL HOJE E ALGUNS DE SEUS MARCADORES EXPRESSIVOS 
Laura Luedy


CONSIDERAÇÕES ECOFEMINISTAS SOBRE AS RELAÇÕES ENTRE AS PRÁTICAS DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E A MANUTENÇÃO DO PATRIARCADO 
Tânia Aparecida Kuhnen


A LIBERDADE DE ESCOLHA É O PROBLEMA 
Silmara Simone Takazaki


O CAMINHO DAS ÁGUAS PELA LITERATURA: UM OLHAR ECOCRÍTICO PARA SOLAR STORMS (1995), DE LINDA HOGAN 
Mayara Carrobrez
Alba Krishna Topan Feldman


ESTA MOQUECA (ME) DESCOLONIZA
Rafael Siqueira de Guimarães


NINHO: UM REFÚGIO MULTIESPÉCIE 
Danielle Milioli
Dolores Galindo


A DRAG TRANIMAL ENQUANTO FIGURA DE SUBJETIVIDADE: COMO RECUPERAR A ANIMALIDADE EM UM CONTEXTO HUMANORMATIVO? 
Gustavo Barrionuevo
Roberta Stubs


A ARTE FEMINISTA ANIMALISTA 
Patrícia Lessa dos Santos
Bruna Marques


INTERAÇÃO ENTRE AS ESPÉCIES HUMANA, CANINA E FELINA E O PODER TRANSFORMADOR DESTAS RELAÇÕES 
Marcia Regina Coalho 


A EXPRESSÃO DAS EMOÇÕES NO HOMEM E NOS ANIMAIS: OBRA ABERTA DE DARWIN PARA CONTRIBUIR COM O ANIMALISMO 
Marta Bellini

 

Relações interseccionais em rede promove os exercícios de transversalidade de que é feita a lucidez. Sem interseccionalidade, as lutas e os exercícios de inventar futuro ficam sem bússola e, assim, reféns das cadeias que se mantém a ferro e fogo. Pensar feminismos, animalismos e veganismos em um único fôlego desagua em uma rede de práticas que desnaturaliza nossas relações com o corpo, com o animal e com a carne. Arrancadas do âmbito pasmacento da natureza que segue leis, novas responsabilidades surgem – e com elas novas proximidades, novos elementos comuns. Estas relações desnaturalizadas abrem assim caminho para um convívio em que o que co-existe seja uma incumbência e não um recurso. De fato, a supremacia masculina, o humanismo e o carnivorismo tem sido estratégias para que aquilo que fica fora de um âmbito privilegiado seja posto à serviço dele – são práticas cósmicas de doma necropolitica. E é precisamente cosmopolítica que pode ser a produção de um babado outro; uma invenção que começa nos meandros interseccionais e avança de modo tentacular em direção ao magma terrestre procurando destituir tanto os micropoderes geológicos do capitaloceno quanto seus terremotos mais estrondosos que vem se armando sob a crosta do planeta durante a era dos patriarcas, dos currais e dos açougues.

Prof. Dr. Hilan Bersusan

 

 

 

 

Escrever essa apresentação se tornou irresistível quando recebi os textos que compõem a coletânea. Ao folhear o rascunho com os artigos me senti impelida a escrever alguma coisa sobre o livro justamente porque o que estava escrito ali se referia diretamente aos acontecimentos que estavam provocando a angústia que eu venho sentindo desde o golpe e que se acentuou depois de nossa derrota na eleição em 28 de outubro de 2018. A dor da derrota nas eleições de algum modo significava a perda de alguma coisa preciosa que tem a ver com a liberdade do pensamento crítico, e os artigos dessa coletânea apresentam justamente pensamento crítico e posicionamento político com base nos movimentos feministas, animalistas e ecológicos.

Profa. Dra. Sandra Azeredo

 

 

 

 

 

Patrícia Lessa dos Santos

Educadora e escritora, atualmente docente na Universidade Estadual de Maringá. Possui graduada em Educação Física (UFPel-RS) e em História (Uninter/PR), Mestrado em Filosofia da Educação (UNICAMP); Doutorado em História (UnB-DF) e Pós-Doutorado em Letras (UFF-RJ). Realizou cursos de especialização em Fundamentos da Educação (UEM) e Comunicação com ênfase em fotografia (UEL).

 

Roberta Stubs

Artista e professora do curso de Artes Visuais na Universidade Estadual de Maringá. Possui doutorado em Psicologia pela Universidade Estadual Paulista de Assis (2015), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (2005), especialização em Saúde Mental (2007) e mestrado em História da Educação (2008) pela mesma instituição. Possui experiência na área de psicologia, arte contemporânea e gênero, com ênfase em processos de subjetivação na contemporaneidade e políticas inventivas da vida. www.robertastubs.com

 

Luzia Marta Bellini

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1977), mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1985) e doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (1993). É professora da Universidade Estadual de Maringá no Departamento de Fundamentos da Educação. Ministra disciplinas de História e epistemologia das ciências e Metodologia de Pesquisa em diversos cursos. Atua em projetos de Pesquisa nas áreas de Epistemologia Genética e Retórica aplicada à educação. Participa, do Grupo de Pesquisa Science Studies.

2x de R$ 19,50
R$ 42,00 R$ 39,00
Comprar Disponibilidade: Imediata Estoque: 27 unidades
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

EDITORA DEVIRES - CNPJ: 26.877.292/0001-39 © Todos os direitos reservados. 2019

… }(document, 'script', '//fidelizarmais.com/areas/plugin/content/js/fmais-external-affiliate-program.js?ver=', '4eea3440-5b9a-4c66-8f45-dff13536b91e')); …