Traduzindo a África Queer

Código: EK36SPU3W Marca:
2x de R$ 19,50
R$ 39,00
Comprar Disponibilidade: Imediata
    • 1x de R$ 39,00 sem juros
    • 2x de R$ 19,50 sem juros
    • 1x de R$ 39,00 sem juros
    • 2x de R$ 19,50 sem juros
    • 3x de R$ 13,62
    • 4x de R$ 10,44
  • R$ 39,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

ISBN: 978-85-93646-16-4

Editora: Devires

Organizadoras: Caterina Rea; Clarisse Goulart Paradis; Izzie Madalena Santos Amancio

Páginas: 146

Tamanho: 16 x 23cm

Baixar apresentação

RESUMO

O conjunto dos textos aqui apresentados fazem parte do Queer African Reader, a primeira coletânea queer africana, publicada em inglês, em 2013. O grupo de pesquisa FEMPOS/UNILAB selecionou alguns dentre eles e organizou a tradução deste volume, no intuito de apresentar esta literatura para o público lusófono. Fruto do trabalho de ativistas, acadêmicxs e políticxs de vários países da África de ex-colonização britânica, estes textos apresentam o debate social, cultural e político sobre a dissidência sexual e de gênero em vários contextos do continente. Fio condutor destas produções é a ideia audaciosa de que as lutas das comunidades LGBTIQ africanas em prol da visibilidade da dissidência sexual têm ajudado na consolidação da democracia e da libertação anticolonial no continente.

 

MINI BIO-BIBLIOGRAFIAS

Caterina Rea é professora adjunta do Instituto de Humanidades e Letras da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, Campus dos Malês/BA. É doutora em Filosofia pela Université Catholique de Louvain (Bélgica). Atualmente, coordena o grupo de Pesquisa Pós-colonialidade, Feminismos e Epistemologias Anti-hegemônicas/FEMPOS/UNILAB.

Clarisse Goulart Paradis é professora adjunta do Instituto de Humanidades e Letras da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, Campus dos Malês/BA. É doutora em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente, é vice-coordenadora do Grupo de Pesquisa Pós-colonialidade, Feminismos e Epistemologias Anti-hegemônicas/FEMPOS/UNILAB.

Izzie Madalena Santos Amancio é Bacharel em Humanidades pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira/Campus dos Malês/BA. Atualmente, é graduanda em Pedagogia da mesma Universidade, integrante do FEMPOS/UNILAB e bolsista PIBIC/FAPESB.

Produtos relacionados

2x de R$ 19,50
R$ 39,00
Comprar Disponibilidade: Imediata
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

EDITORA DEVIRES - CNPJ: 26.877.292/0001-39 © Todos os direitos reservados. 2019