QUEERENTENAS + DISSIDÊNCIAS NO CINEMA + COMPREEENDER O FEMINISMO

Código: 9000000000902
R$ 129,00 R$ 99,00
até 3x de R$ 33,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 99,00 sem juros
    • 2x de R$ 49,50 sem juros
    • 3x de R$ 33,00 sem juros
    • 4x de R$ 26,52
    • 5x de R$ 21,58
    • 6x de R$ 18,23
    • 1x de R$ 99,00 sem juros
    • 2x de R$ 49,50 sem juros
    • 3x de R$ 35,79
    • 4x de R$ 27,28
    • 5x de R$ 22,16
    • 6x de R$ 18,74
    • 7x de R$ 16,27
    • 8x de R$ 14,47
    • 9x de R$ 13,07
    • 10x de R$ 11,89
    • 11x de R$ 10,97
    • 12x de R$ 10,21
  • R$ 99,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
  • Editora:  Devires
  • AUTORE(S): Sam Bourcier | AUTORE(S): Maurício Matos dos Santos Pereira | AUTORE(S): Pablo Pérez Navarro
  • ISBN:  9000000000902
  • Edição:  1ª EDIÇÃO
  • Formato:  26.00 x 16.00 cm
  • Páginas:  500

 

Margens da pandemia. Queerentenas viadas, boycetas, sapatrans, faveladas Margens da pandemia é um livro-assembleia que reúne vivências e reflexões na primeira pessoa sobre a pandemia de covid-19 no Brasil. Com um pé na academia e o outro bem longe dela, cada capítulo aporta um ponto de vista singular sobre as margens sexuais, raciais e de gênero dos primeiros meses da quarentena. Usando por vezes a escrita como veículo para a crítica, o protesto, o luto e a memória, e outras para experimentação e o prazer, este encontro de lésbicas, travestis, drag queens, bichas, surdas e cegas, pansexuais, soropositivos, fetichistas, macumbeiros, indígenas, poliafetivas, pretas e faveladas (entre outres) pretende contribuir a que as distâncias físicas nos periodos de isolamento sedimentem como quaisquer formas de distanciamento afetivo, político e social. Dissidências subalternas no cinema brasileiro: redemocratização, juventudes, territórios e violências estruturais Esta coletânea é o resultado do trabalho desenvolvido pelo MINUS – Grupo de Pesquisa em Cultura e Subalternidades, da Universidade Federal da Bahia - UFBA, que, desde 2010, vem se debruçando sobre os mais diferentes filmes do cinema brasileiro contemporâneo, produzidos a partir do final dos anos 1980 e do início da década de 1990, com o objetivo de compreender a micropolítica das relações que constituem historicamente os lugares dos personagens subalternos, à luz das transformações na vida política decorrentes da queda do autoritarismo e do surgimento da redemocratização no Brasil. Compreender o feminismo Como o próprio título do livro sinaliza, temos em mãos uma introdução ao pensamento feminista que ganha corpo à partir de resgates históricos das várias ondas da luta feminista, de seus embates, aproximações e distanciamentos. Fazendo referências ao universo pop, da música ao cinema, à arte e também à levantes populares e movimentos de resistência política, Sam Bourcier atualiza os debates feministas e o usa como lente para decifrar diferentes questões culturais e nuances de nosso cotidiano. Vale a ressalva de que algumas dessas referências estão muito ligadas à cultura francesa, mas várias delas aterrissam também em território brasileiro, seja pela web, por sinais radiofônicos, televisivos e/ou cibernéticos.

Produtos relacionados

R$ 129,00 R$ 99,00
até 3x de R$ 33,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
Selos

EDITORA DEVIRES - CNPJ: 26.877.292/0001-39 © Todos os direitos reservados. 2022